Notícias

Prefeito de Brumadinho exige 50% do dinheiro de multas aplicadas pelo estado à Vale 

Por Redação, 21/02/2019 às 13:29
atualizado em: 21/02/2019 às 14:35

Texto:

O prefeito de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Avimar de Melo (PV), conhecido como Neném da Asa, se reuniu nesta quinta-feira com a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) para acertar demandas do município após o rompimento da barragem da Vale no dia 25 de janeiro.

No encontro, ficou definido que os deputados vão elaborar um projeto de lei para destinar aos municípios atingidos por rompimentos de barragens 50% de multas aplicadas pelo estado às mineradoras. No caso de Brumadinho, a cidade poderia receber R$ 50 milhões. A proposta também poderia beneficiar Mariana, na região Central de Minas, atingida pelo rompimento da barragem de Fundão em novembro de 2015. 

Neném conta que a arrecadação de Brumadinho caiu. “O município hoje não tem como sobreviver mais, a realidade é essa. Claro que nós temos que nos preocupar com as vítimas e os familiares das vítimas, mas temos que nos preocupar também com o que será feito daqui para frente para a cidade sobreviver. Hoje eu não estou vendo saída”. 

O prefeito destacou que serviços essenciais, como a saúde, estão comprometidos no município. “Se eu não tiver apoio do governo federal, estadual e da Assembleia, eu não sei como fazer a partir de agora, porque eu vou ter que fechar todos meus PSFs [Programa Saúde da Família] e meu hospital”. 

Dívida do estado 

Neném da Asa também cobrou o governador de Minas, Romeu Zema (Novo), pela dívida que o estado tem com Brumadinho, de R$ 23 milhões, referentes a repasses atrasados do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). “O governador se comprometeu a fazer esse pagamento quando esteve em Brumadinho. Estive com ele [Zema] anteontem e já não foi tão firme. Não sei se mudou alguma coisa. Espero que o governo honre o seu compromisso.”

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    'O projeto introduz dispositivos claros e objetivos, com penalidade para aqueles que prestarem informações falsas ou deixarem de executar as medidas compensatórias', defend...

    Acessar Link