Notícias

Em dia de festa no Mineirão, Atlético perde para Caldense, que assume a liderança do Mineiro

Por Fábio Rocha, 16/02/2020 às 17:58
atualizado em: 16/02/2020 às 21:08

Texto:

Foto: GUSTAVO RABELO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
GUSTAVO RABELO/PHOTOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O dia era para ser de festa para o torcedor do Atlético com a apresentação oficial no Mineirão e presença em campo no intervalo do atacante Diego Tardelli, anunciado na última sexta-feira como novo reforço, e do time feminino. Mas o Galo “se esqueceu de combinar com a Caldense”. Em dois contra-ataques, sendo um deles no final da partida, o time de Poços de Caldas derrotou o Galo por 2 a 1, neste domingo, pela sexta rodada do Campeonato Mineiro. No fim do jogo, a torcida vaiou a equipe.

Com o resultado, o Atlético também perdeu a liderança do Estadual e caiu para o terceiro lugar. O time alvinegro permaneceu com 11 pontos e foi ultrapassado justamente pela Caldense, que subiu para 13 e assumiu a primeira colocação isolada, e pelo Tombense, que goleou a URT no sábado e passou a ter melhor saldo: 7 contra 6. A Veterana foi beneficiada pelo empate do Cruzeiro contra o Patrocinense para se manter na ponta da tabela ao fim da rodada.

Diferentemente do empate com o Campinense-PB no meio da semana pela Copa do Brasil, o Atlético criou oportunidades, finalizou mais e chegou a acertar o travessão com Guilherme Arana. Foram 30 chutes, sendo dez no gol.

No entanto, em uma bobeira do sistema defensivo, que deixou Marquinhos sozinho para marcar o avançado João Victor, a Caldense abriu o placar no Mineirão. Em rápido contra-ataque da Veterana, após chutão do goleiro Alyson, o atacante da equipe de Poços de Caldas caiu em disputa de bola na área alvinegra e o árbitro assinalou o pênalti. O lateral-direito Filipe bateu firme no canto colocando o time alviverde na frente. Ouça o gol na voz de Mário Henrique!

A Caldense conseguiu virar o primeiro tempo vencendo no Mineirão. Com o resultado negativo nos 45 minutos iniciais, parte da torcida do Atlético vaiou a apresentação do time após o apito final do árbitro.

No segundo tempo, o Atlético manteve a pressão sobre a Caldense e chegou ao empate aos 13 minutos com Igor Rabello, que desviou de cabaça após escanteio cobrado por Hyoran. Foi o primeiro gol do zagueiro com a camisa alvinegra. Ouça o gol na voz de Mário Henrique!

A virada atleticana foi impedida na sequência pelo goleiro Alyson, que fez duas defesas seguidas em chutes de Hyoran dentro da área.

Aos 44 minutos, a Caldense marcou o gol da vitória. Zé Welison perdeu a bola no campo de ataque e armou o contra-ataque mortal da Veterana. O atacante João Victor recebeu na área e bateu colocado cruzado no canto. Ouça o gol na voz de Mário Henrique!

Estreias

A partida marcou o retorno de Victor ao gol do Atlético. Foi a estreia na temporada do camisa 1, que tinha feito a sua última partida na derrota para o Internacional, em Porto Alegre, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado.

O atacante Savarino, que foi contratado junto ao Real Salt Lake-EUA, entrou durante o segundo tempo e estreou com a camisa alvinegra.

Sul-Americana

Agora, o Atlético se concentra para o jogo decisivo pela 1ª fase da Copa Sul-Americana. Na quinta-feira, às 21h30, o time alvinegro enfrenta o Unión Santa Fe, no Independência, precisando vencer por quatro gols de diferença para se classificar. Para este duelo, o Galo não poderá contar com o volante Allan, que foi expulso no jogo de ida, no último dia 6, em que os argentinos venceram por 3 a 0.

Lembrando que no torneio internacional há o critério do gol qualificado como visitante. Então, se o Unión balançar as redes uma vez no Horto obriga o Galo a fazer cinco para avançar. Se o Alvinegro ganhar por 3 a 0, a decisão da vaga será nos pênaltis.

Atlético 1 x 2 Caldense

Atlético: Victor; Patric, Igor Rabello, Gabriel e Guilherme Arana; Zé Welison, Jair e Nathan (Di Santo); Hyoran (Savarino), Marquinhos e Ricardo Oliveira (Otero). Técnico Rafael Dudamel

Caldense: Alyson; Filipe Sousa, Guilherme Martins, Lucas Mufalo (Morais) e Rafael Rosa; Franklin (André Mensalão), Daniel e Nathan; Arthur (Marco Damasceno), João Victor e Luís Henrique. Técnico: Marcus Paulo Grippi

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro
Data e horário: 16 de fevereiro de 2020, domingo, às 16h
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Gols: Filipe (pênalti - 20’/1º), Igor Rabello (13’/2º), João Victor (44’/2º)

Cartão Amarelo: Rafael Rosa, Franklin, João Victor, Nathan, Morais (Caldense); Hyoran, Patric, Otero (Atlético)

Árbitro: Ronei Cândido Alves
Assistentes: Ricardo Junio de Souza e Frederico Soares Vilarinho

Público: 14.757
Renda: R$ 129.939,00

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    "A família me procurou no início do mês, estava preocupada por ele estar sem advogado", explicou o advogado #itatiaia

    Acessar Link