Cadu Doné

Coluna do Cadu Doné

Veja todas as colunas

Duas possibilidades interessantíssimas para o Cruzeiro

Maneiras viáveis de encaixar todos os craques juntos...

25/01/2019 às 06:13
Duas possibilidades interessantíssimas para o Cruzeiro

Na semana passada Tostão escreveu, na sua indispensável coluna na Folha de São Paulo, que, se Guardiola fosse técnico do Cruzeiro, Rodriguinho e Thiago Neves jogariam juntos, como meio-campistas, precedidos por um só volante (Henrique). O mestre tem razão. Ao ler seu excelente texto, todavia, o seguinte pensamento me ocorreu – e, óbvio, nosso craque das letras e dos gramados sabe disso muito bem: seria factível o descrito cenário tendo em vista a ânsia que o técnico catalão tem por uma altíssima intensidade? Pensemos em Bernardo Silva batendo recordes de distância percorrida dentro de um mesmo jogo, o que aconteceu duas vezes nesta Premier League, a segunda diante do Liverpool, quando atingiu a incrível marca de 13,7 quilômetros corridos; lembremos de De Bruyne, um dos exemplares mais bem acabados da figura de um meio-campista moderno. Se recordarmos, por outro lado, a última temporada de TN30, na qual regularidade, consistência, e razoável potência física se ausentaram, encontramos um atleta quase oposto aos usualmente escolhidos pelo comandante do City para formar sua trinca central no que tange à capacidade de se entregar com certo tipo de energia.    

Feita essa relativização, reconhecendo que, se o sistema sugerido suceder na Raposa, dificilmente será nos mesmos termos enxergados por nós nos Citizens, acredito que um 4-1-4-1 com um quarteto formado por Robinho na direita, David na ponta canhota, Rodriguinho e Thiago centralizados, pode triunfar. É no mínimo plausível. E há de ser tentado. Tal expediente, diga-se, se mostra uma das maneiras em teoria mais interessantes para que o seguinte dilema seja sanado: como encaixar a nova peça que veio para substituir Arrascaeta junto à TN30 se ela parece mais distante da aptidão para se adaptar ao lado como conseguiu o uruguaio em 2018? E mais: como fazê-lo também sem tirar Robinho? 

Outra possibilidade que me agrada e contemplaria a mesma escalação recomendada – mas num sistema diferente: um 4-4-2 com losango no meio e dois atacantes. Robinho e Rodriguinho fariam o trabalho à frente do primeiro volante; Thiago Neves o de armador central adiantado, aquele “número um” que Zagallo adorava; David seria um segundo atacante, ao lado de Fred. Muito se fala que esse tipo de desenho anda em desuso. Concordo parcialmente. Numericamente, no que se refere à quantidade de equipes que o adotam, é verdade. A dificuldade de escolhê-lo e perder apoio aos laterais na fase defensiva também deve ser observada. Não considero correto, contudo, descartar a priori essa sugestão, avaliando-a como “impossível”, “não recomendável”. O Tottenham de Pochettino, para ficar em um só – e louvável – exemplo, frequentemente tem jogado assim, com Lucas ou Son laborando como o parceiro de Kane, afunilando bastante (e não jogando como os “pontinhas” amados no futebol tupiniquim). A favor deste sistema o fato de que, talvez, ele se adeque melhor a David – que no ano passado cresceu na reta final mais próximo ao centroavante, o que, em ótima medida, se repetiu no último sábado.     

Mano Menezes fez um teste interessante na vitória contra o Guarani: no segundo tempo colocou Romero na vaga de Lucas Silva, e não na de Henrique. Sempre quis ver, com mais assiduidade, o argentino atuando como segundo volante, ao lado do último. Projetando um dos quadros esmiuçados nos parágrafos anteriores, porém, haverá lugar para apenas um deles. E aí, levando-se em conta o quão ofensivo o esquadrão estará, a pegada, a velocidade de Romero podem aparecer como critérios de desempate nesta disputa – estou vislumbrando aqui a melhor opção, não a mais provável a partir das ideias de Mano. De alguma maneira, para “compensar” a presença de Rodriguinho como uma espécie de segundo homem, e/ou o recuo de Thiago para o ofício de um meio-campista, talvez seja útil um “limpa-trilho” mais ágil e vigoroso como “El Perro”.

Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    De acordo com informações da Interpool em Lyon, na França, as investigações tiveram início a partir de cenas de estupros de duas crianças divulgadas em um fórum na deep web. #...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Situação deve se agravar ante a previsão de mais 15 dias de seca. #Itatiaia

    Acessar Link