Notícias

Fábio brinca em ter feito suspense para ficar no Cruzeiro e diz: ‘Fiz o que tinha que ser feito’

Por Redação, 16/01/2020 às 16:43

Texto:

Foto: Vinnicius Silva / Cruzeiro
Vinnicius Silva / Cruzeiro

O Cruzeiro assegurou a permanência de um dos maiores ídolos do clube para a temporada 2020. Nesta quinta-feira, Fábio pediu para conceder entrevista coletiva para anunciar que fica. Jogador que mais vestiu a camisa celeste na história da Raposa, com 871 jogos, o goleiro ressaltou que já tinha tomado a decisão há muito tempo e “fez o que deveria ter sido feito”.

Fábio brincou ao dizer que fez “suspense” para reduzir os salários, renegociar os atrasados e garantir a permanência no clube. Segundo o goleiro, a decisão de ficar já tinha sido tomada nas férias.

“Eu só fiz um suspense. Já tinha acertado desde o início da pré-temporada, mas só agora a gente divulgou. Minha cabeça sempre esteve no que o Cruzeiro está vivenciando, infelizmente é uma coisa negativa. Nas minhas férias eu via notícias e, junto com a minha família, tomamos a mesma decisão de permanecer no Cruzeiro e fazer com que a equipe volte ao lugar que nunca deveria ter saído pela história, pela tradição, pela torcida, pela camisa, que é respeitada em todos os lugares que vai. Então, o meu pensamento sempre foi permanecer, só estávamos esperando resolver outras situações que eram urgentes, nessa transição de gestores e a análise da situação do Cruzeiro”, afirmou.

“Eu fiz o que tinha que ser feito. Estava de coração aberto, minha família também. Agradeço meu administrador, esposa, filhos, todos fizeram o sacrifício para o Cruzeiro voltar a ser referência. Não só dentro de campo, com conquistas, respeito, mas também fora, com planejamento, credibilidade. Foi até pouco o que fiz pelo que o Cruzeiro já fez em nossas vidas”, acrescentou.

Na última terça-feira (14), Fábio se pronunciou nas redes sociais para tranquilizar os torcedores do Cruzeiro e dizer que ficaria no clube. O goleiro frisou que no passado já teve oportunidades de sair e preferiu permanecer, e que não seria no momento mais crítico da história do clube que ele abandonaria a Raposa.

O goleiro foi o terceiro atleta do elenco que ganhava acima do teto de R$ 150 mil estipulado pela diretoria que garantiu a permanência para a temporada 2020. Antes, o zagueiro Léo e o lateral-direito Edilson já tinham aceitado a redução salarial e renegociado os atrasados para ficar.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Campeonato Mineiro Coimbra x América

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    ⚽Boliviano irá desembarcar em Belo Horizonte nesta terça-feira, às 11h30

    Acessar Link